Tratamento de resíduos é temática de estudos

Os acadêmicos do curso de Ciências Biológicas da URI tiveram neste semestre a oportunidade de aprender de forma teórica e prática a importância, a relevância e o motivos que justificam a necessidade de se tratar os resíduos produzidos pelo homem.
Através da elaboração e do desenvolvimento de um projeto, os estudantes colocarem em prática alguns tipos de tratamentos. Os resíduos podem ser classificados como sólido, líquido ou gasoso. A partir dessa identificação, os alunos dividiram-se em três grupos para realizar cada um, um tratamento diferente.


O primeiro grupo realizou o tratamento de resíduo líquido, no qual foi evidenciada a separação do óleo da água. O tratamento se deu pelo uso de um sistema apropriado para a prática. Através dele, o óleo foi reutilizado na produção de sabão e, a água foi tratada por sistema de filtro montado pelos acadêmicos.


O segundo grupo realizou o tratamento de resíduo sólido, através da produção de um biodigestor que converteu fezes de animais, por ação de bactérias anaeróbicas, em gás metano. O produto final pode ser reutilizado como combustível, em fogões domésticos e até mesmo em geradores de energia elétrica.


E o terceiro grupo fez o tratamento de resíduo líquido, com o tratamento de uma amostra de água de rio, através da montagem de um filtro de água, composto por camadas de pedra fina, pedra grossa, areia fina, areia grossa e carvão.


Os trabalhos foram concluídos com sucesso pelos estudantes que apresentaram os resultados obtidos para os colegas, em um seminário realizado em aula.

 

Terça, 20 de Junho de 2017


420 Visualizações
Comentários: (
)

Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas. Denuncie comentários ofensivos ou usuários fakes através do formulário de contato.



Av. Assis Brasil, 709 - Bairro Itapagé
Frederico Westphalen RS
CEP 98400-000

Fone: 55 3744 9200
Reitoria | Erechim | Santiago | Santo Ângelo | Cerro Largo | Sao Luiz Gonzaga
URI Campus de Frederico Westphalen © 2017. | VirtualBit