Medicina na URI tem Parecer favorável de Comissão do MEC

A Comissão de Acompanhamento e Monitoramento de Escolas Médicas confere parecer favorável para a autorização da abertura do curso de Medicina na URI Câmpus de Erechim. A equipe que passou três dias em Erechim e na região, é formada pelos professores Fabiana Soares, Geraldo Cunha Cury e Helena Paro.


A representante da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres/MEC), Fabiana Soares, informou que o resultado final do relatório é satisfatório para a autorização do curso, embora algumas ressalvas, fato que considera algo até normal acontecer nas visitas e observações. Ela explica que o prazo para os trâmites burocráticos é de 90 dias. Esse período inclui a aprovação do relatório por parte da universidade, a elaboração do Parecer Final e a assinatura da Portaria pelo Ministro da Educação. “Se seguir o tramite natural e não tiver nenhuma contestação no sistema, a gente espera que saia em menos de um mês,” destacou.


O professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Geraldo Cunha Cury, e integrante da comissão avaliadora elogiou o Projeto Pedagógico construído pela Universidade e declarou que ele tem um caráter de autenticidade.


A professora da Universidade Federal de Uberlândia (MG), Helena Paro, elogiou a URI pelo que pode observar. Falou do perfil da instituição e teceu observações quanto à qualidade e a organização.


Havia um clima de flagrante emoção com a comunicação do Parecer e as manifestações foram no sentido de agradecimento e no desejo de que realmente, a abertura do curso de Medicina em Erechim auxilie no desenvolvimento da região e forme profissionais cada vez mais bem preparados.




Repercussões



O reitor da URI, Luiz Mário Silveira Spinelli, comemorou reconhecendo que este é um momento histórico de consolidação de todo o trabalho realizado. O reitor reconheceu que a Universidade entregou-se a esta atividade com dedicação e inovação para atender as exigências que um curso dessa natureza impõe. Elogiou e agradeceu a todos que se dedicaram.


Este é um trabalho de muitas contribuições e que agora está na reta final e na iminência de chegar à sua conclusão. A URI está pronta e ficamos no aguardo dos próximos passos que não dependem mais de nós, mas por tudo que ouvimos, a URI poderá oferecer dentro de muito em breve não só mais um curso de Medicina, mas um curso com foco e atenção voltados à formação integral do profissional e com uma visão social, agindo sempre em consonância com a rede hospitalar da região”, disse o Reitor que destacou ainda as observações positivas que foram feitas sobre a área de saúde contemplada na Universidade, o que de certa forma também foi um fator que agregou.



O diretor-geral da URI Erechim, Paulo José Sponchiado, sobre a manifestação de aprovação da comissão disse que “estas palavras soaram como um canto da vitória e nos encheram de alegria e felicidade, pois foram seis anos de trabalho e espera por este momento ímpar para o campus de Erechim como também para a Universidade”.



O coordenador do curso de Medicina, Sérgio Bigolin, disse que se sente feliz por participar deste momento. À equipe de avaliadores declarou que as orientações dadas ao longo destes três dias de avaliação (14 a 16 de agosto) serão seguidas com o objetivo de formar profissionais melhores. Ele também entende que o curso poderá contribuir para melhorias no atendimento à rede pública de saúde.



Já o prefeito Luiz Francisco Schmidt, observou que “no momento em que a avaliação da equipe que esteve em Erechim foi positiva, positiva também é a nossa expectativa. Conheceram a realidade do sistema de saúde do município e a estrutura da URI”, mostrando-se claramente otimista com vistas à implantação da Medicina na URI.



O secretário municipal de Saúde, Dércio Nonemacher, disse que a implantação do curso de Medicina na URI, representa claramente não apenas um fato histórico, mas um “avanço que marcará o centenário do município de Erechim”.



Para o assessor técnico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Jackson Arpini, que acompanha o processo desde o seu início, “este é um momento singular, em que pese não ser o veredicto final, mas sendo um indicativo positivo. Esse é um projeto que tem conteúdo, coração e alma,” concluiu.



O resultado foi anunciado pela equipe de avaliadores quarta-feira (16) durante reunião com o prefeito de Erechim Luiz Francisco Schmidt, reitor da URI, Luiz Mário Silveira Spinelli, diretor-geral da URI Erechim, Paulo José Sponchiado, diretor administrativo da URI, Paulo Roberto Giollo, diretora acadêmica da URI, Elisabete Maria Zanin, coordenadora pedagógica do curso de Medicina, Miriam Wisniewski e do coordenador do curso de Medicina, Sérgio Bigolin. Estiveram também presentes o secretário municipal de Saúde, Dércio Nonemacher e o assessor técnico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Jackson Arpini.



O curso de Medicina da URI deverá funcionar no Câmpus da Universidade em Erechim, oferecendo 55 vagas. Não há ainda uma data para o anúncio oficial de realização de seleção da primeira turma, porquanto tudo agora depende de trâmites finais e da Portaria a ser assinada pelo ministro da Educação.

Quinta, 17 de Agosto de 2017


167 Visualizações
Comentários: (
)

Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas. Denuncie comentários ofensivos ou usuários fakes através do formulário de contato.



Av. Assis Brasil, 709 - Bairro Itapagé
Frederico Westphalen RS
CEP 98400-000

Fone: 55 3744 9200
Reitoria | Erechim | Santiago | Santo Ângelo | Cerro Largo | Sao Luiz Gonzaga
URI Campus de Frederico Westphalen © 2017. | VirtualBit